pequeno

eu guardo uma raiva 

que embola no estômago 

que se te mirasse

cairia em choro

em pranto

em desespero

da raiva que vem

da pele que descola

do meu dedo

e sangra em lágrima

se você visse

ficaria horrorizado

não dormiria

encolheria do tamanho

pequeno que você é

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s